Desafios de enfermeiras obstétricas na assistência ao parto e nascimento: estudo descritivo e exploratório

ARTIGO ORIGINAL

Publicado em 24 de novembro de 2022

Desafios de enfermeiras obstétricas na assistência ao parto e nascimento: estudo descritivo e exploratório

Autores

Paolla Amorim Malheiros Dulfe
Valdecyr Herdy Alves
Audrey Vidal Pereira
Diego Pereira Rodrigues
Bianca Dargam Gomes Vieira
Giovanna Rosario Soanno Marchiori
Thalita Rocha Oliveira
Márcia Vieira dos Santos

Objetivo: identificar e analisar os desafios apresentados por enfermeiras obstétricas, quanto à inserção na assistência ao parto e nascimento. Método: estudo descritivo, exploratório, abordagem qualitativa, com realização de três grupos focais com 16 enfermeiras obstétricas do curso de aprimoramento, entre agosto e novembro de 2019. Os depoimentos foram gravados e submetidos à análise de conteúdo na modalidade temática. Resultados: destacaram-se como desafios das enfermeiras obstétricas a demanda de trabalho e a sobrecarga com atividades burocráticas; os conflitos com a equipe de saúde na assistência compartilhada; o processo de autonomia limitada da enfermeira obstétrica; e a intensa necessidade de validar a própria competência técnica diante da equipe de saúde. Conclusão: ampliar os processos de trabalho e a gestão em saúde compartilhada em equipe interprofissional, alinhados às evidências científicas, favorece o aprimoramento de saberes e o diálogo coletivo.

Descritores: Enfermagem Obstétrica; Serviços de Saúde Materno-Infantil; Capacitação Profissional.

Como citar:

Dulfe PAM, Alves VH, Pereira AV, Rodrigues DP, Vieira BDG, Marchiori GRS, et al. Challenges of midwives in labor and birth care: a descriptive and exploratory study. Online Braz J Nurs. 2022;21:e20226582. https://doi.org/10.17665/1676-4285.20226582

© Online Brazilian Journal of Nursing

Fatores socioeconômicos e risco cardiovascular associados ao declínio cognitivo em idosos com Alzheimer: estudo transversal

ARTIGO ORIGINAL

Publicado em 29 de outubro de 2022

Fatores socioeconômicos e risco cardiovascular associados ao declínio cognitivo em idosos com Alzheimer: estudo transversal

Autores

Bruno Bordin Pelazza 
Gabriele Kachuba Bartle 
Dannyele Cristina da Silva 
Maicon Henrique Lentsck 
Carlos Alexandre Molena Fernandes 
Tatiane Baratieri 
Luiz Almeida da Silva 
Juliana Sartori Bonini 

Objetivo: verificar associação do declínio cognitivo e dos fatores socioeconômicos com o risco cardiovascular em idosos com Alzheimer. Método: estudo transversal, em que se incluíram 75 idosos com Alzheimer. Verificaram-se pressão de pulso, risco cardiovascular, Miniexame do Estado Mental, Miniavaliação Nutricional e exames bioquímicos. Resultados: 92% dos pacientes apresentaram declínio cognitivo, com média de três anos de escolaridade. Houve prevalência entre as mulheres (62,3%) e idosos com duas ou mais comorbidades (62,3%). Eram hipertensos (65,2%), estavam com a pressão de pulso elevada (85%), com sobrepeso (49%) e em risco nutricional (78%). Média diária de dois anti-hipertensivos, e a classe medicamentosa mais utilizada foi bloqueador do receptor da angiotensina. Conclusão: a população estudada apresentou risco cardiovascular aumentado. A consulta de enfermagem foi importante para o reconhecimento dos dados clínicos, como declínio cognitivo, risco cardiovascular, risco nutricional e análise bioquímica.

Descritores: Doença de Alzheimer; Avaliação em Enfermagem; Hipertensão.

Como citar:

Pelazza BB, Bartle GK, Silva DC, Lentsck MH, Fernandes CAM, Baratieri T, et al. Socioeconomic factors and cardiovascular risk associated with cognitive decline in older adults with Alzheimer’s disease: a cross-sectional study. Online Braz J Nurs. 2022;21:e20226567. https://doi.org/10.17665/1676-4285.20226567

© Online Brazilian Journal of Nursing

Instrumento ilustrado para avaliar o conhecimento de idosos sobre prevenção do HIV/Aids: estudo metodológico

Instrumento ilustrado para avaliar o conhecimento de idosos sobre prevenção do HIV/Aids: estudo metodológico

Resumo

Objetivo: Construir e validar o conteúdo de um instrumento ilustrado para avaliar o conhecimento de pessoas idosas sobre a prevenção do HIV/Aids. Método: Estudo metodológico realizado em três etapas: revisão da literatura, construção e validação de conteúdo. A validação foi realizada de acordo com o modelo de Pasquali. Resultados: Da construção chegou-se a um instrumento com duas partes: caracterização da pessoa idosa e avaliação do conhecimento sobre a prevenção do HIV/Aids com 12 questões de múltipla escolha (“verdadeiro”, “falso” e “não sei”) ilustradas com imagens de idosos em situações quotidianas. Da validação com 10 juízes-especialistas atingiu-se o Índice de Validade de Conteúdo de 0,90. Conclusão: O instrumento construído foi considerado adequado pelos juízes e se apresenta como um dispositivo educacional para avaliar o conhecimento da pessoa idosa e, a partir disso, suscita ganhos para as intervenções de educação em saúde relativas à prevenção do HIV/Aids.

Descritores: HIV; Estudo de Validação; Idoso; Enfermagem.

Este trabalho está licenciado sob licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Copyright © 2022 Online Brazilian Journal of Nursing

Caracterização do cuidador informal de idosos hospitalizados: um estudo transversal

Caracterização do cuidador informal de idosos hospitalizados: um estudo transversal

Resumo

Objetivo: descrever o perfil sociodemográfico e clínico, os hábitos de vida e a sobrecarga do trabalho de cuidador familiar de idosos internados em um hospital universitário. Método: trata-se de um estudo transversal, quantitativo, realizado com 161 cuidadores/familiares de idosos durante a hospitalização em um hospital universitário. Foi aplicado aos participantes o Questionário de Avaliação de Sobrecarga do Cuidador Informal, sendo os dados analisados no programa STATA 12.0®. Resultados: caracterizou-se a predominância do sexo feminino, com média de idade de 63 anos, sedentários, com sobrepeso, com hipertensão arterial sistêmica como principal comorbidade e detectou-se sobrecarga grave (41,6%) e extremamente grave (29,9%) nos participantes da pesquisa. Observou-se que o instrumento utilizado apresentou boa consistência interna, onde os domínios Sobrecarga Emocional, Implicações na Vida Pessoal, Sobrecarga Financeira e Suporte Familiar apresentaram maior pontuação. Conclusão: a sobrecarga dos cuidadores informais dos idosos foi detectada como grave e extremamente grave, repercutindo diretamente na saúde mental, vida social e financeira.

Descritores: Cuidadores; Fardo do cuidador; Idoso; Hospitalização.

Este trabalho está licenciado sob licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Copyright © 2022 Online Brazilian Journal of Nursing

Quality of life and symptom severity in premenstrual syndrome: a quasi-experimental study

Quality of life and symptom severity in premenstrual syndrome: a quasi-experimental study

Abstract

Objective: The current study was conducted to investigate the effectiveness of group counseling on quality of life and symptom severity among university students with Premenstrual Syndrome. Method: After filling in PSST and participating in SCID-CV, 120 students answered the demographic and WHOQOL questionnaires. Using classified random sampling, they were divided into control and intervention groups. The Intervention Group participants attended six group counseling sessions. They post-tested at two moments (immediate post-test and after one month). Results: The results of the immediate post-test indicated improvements in overall quality and in some domains (p<0.005) in the Intervention Group, and the second post-test showed an improvement in two of the domains (p<0.005). One month later, some symptoms were clearly improved in the Intervention Group (p<0.005). Conclusion: Group counseling improved the students’ quality of life and severity of the Premenstrual Syndrome symptoms.

Descriptors: Premenstrual Syndrome; Quality of Life; Group Counseling.

Este trabalho está licenciado sob licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Copyright © 2022 Online Brazilian Journal of Nursing

Implantação do prontuário eletrônico à luz da Teoria da Difusão da Inovação: estudo de caso

Implantação do prontuário eletrônico à luz da Teoria da Difusão da Inovação: estudo de caso

Resumo

Objetivo: analisar a difusão do Prontuário Eletrônico do Cidadão em equipes de saúde da família de um município da Região Oeste de Minas Gerais. Método: estudo de caso, abordagem qualitativa, fundamentado na Teoria da Difusão da Inovação. Realizamos 17 entrevistas estruturadas com profissionais e observações do cotidiano de trabalho de 08 equipes de saúde da família envolvidas na utilização do prontuário eletrônico do cidadão. Os dados foram analisados por meio da Análise de Conteúdo modalidade Temático-Categorial. Resultados: os participantes reconheceram o prontuário eletrônico do cidadão como mais vantajoso do que a tecnologia anterior: compatível com suas necessidades, não é uma tecnologia complexa. Apesar do pouco tempo de experimentação, foram reconhecidos os resultados e as contribuições da tecnologia. Conclusão: o prontuário eletrônico do cidadão, em seu processo de difusão, tem-se conformado como uma inovação potencialmente transformadora do cotidiano de trabalho, favorecendo a aceitação. Entretanto, há fragilidades a serem superadas.

Descritores: Registros Eletrônicos de Saúde; Difusão de Inovações; Estratégia Saúde da Família.

Este trabalho está licenciado sob licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Copyright © 2022 Online Brazilian Journal of Nursing

Translate »
Skip to content